Normal view MARC view ISBD view

História e Geografia de Portugal: Portugal Medieval [Registo vídeo] / Francisco Alves, realiz. por; António Rocha, Laura C. Moreira e Manuel Pires, prod.

Main Author Alves, Francisco Secondary Author Rocha, António Moreira, Laura C. Pires, Manuel Publication Vila Nova de Gaia : Estrutura de Projecto do Ensino Básico Mediatizado , [NºR] 1998 Description 1 vídeo VHS (49 m) Abstract Pode dizer-se que Portugal nasceu quando Afonso VI, rei de Leão e Castela doou o governo do Condado Portucalense a D. Henrique e D. Teresa. A luta contra os mouros e a luta pela independência, começadas por D. Henrique e continuadas pelo seu filho D. Afonso Henriques, vão ser constantes. O reconhecimento do reino pelo Papa dá-se em 1179 e a conquista do território em 1249, no reinado de Afonso III. Os traços morfológicos, as características dos principais rios e uma longa costa quase rectilínea levam os portugueses a sentirem uma grande atracção pelo mar. Os rios eram aproveitados para o tráfego fluvial através do qual produtos do litoral eram trocados por produtos do interior e vice-versa. Várias eram as actividades em que se ocupavam os grupos sociais da Idade Média. O seu dia-a-dia, as suas obrigações e os seus privilégios eram diferentes se viviam nos Concelhos, nos Mosteiros ou na corte, ou se pertenciam ao Povo, à Nobreza ou ao Clero. Topical name Idade Média
Documentário
Portugal
Condado Portucalense
Grupos Sociais
Sociedade
Reconquista
Tags from this library: No tags from this library for this title. Log in to add tags.
    average rating: 0.0 (0 votes)
Holdings
Item type Current location Call number Status Date due Barcode
VHS Biblioteca da Escola Pedro Ferreiro
94(469) HIS Available 10080250

M/6

Documentário

Idioma: Português

Pode dizer-se que Portugal nasceu quando Afonso VI, rei de Leão e Castela doou o governo do Condado Portucalense a D. Henrique e D. Teresa. A luta contra os mouros e a luta pela independência, começadas por D. Henrique e continuadas pelo seu filho D. Afonso Henriques, vão ser constantes. O reconhecimento do reino pelo Papa dá-se em 1179 e a conquista do território em 1249, no reinado de Afonso III. Os traços morfológicos, as características dos principais rios e uma longa costa quase rectilínea levam os portugueses a sentirem uma grande atracção pelo mar. Os rios eram aproveitados para o tráfego fluvial através do qual produtos do litoral eram trocados por produtos do interior e vice-versa. Várias eram as actividades em que se ocupavam os grupos sociais da Idade Média. O seu dia-a-dia, as suas obrigações e os seus privilégios eram diferentes se viviam nos Concelhos, nos Mosteiros ou na corte, ou se pertenciam ao Povo, à Nobreza ou ao Clero.

There are no comments for this item.

Log in to your account to post a comment.